Os aços para cementação incluem-se entre os aços para construção mecânica, caracterizam-se por um baixo teor e carbono, geralmente até 0,25% e podem conter ou não conter elementos de liga.

Os aços para cementação são empregados em peças que, além das solicitações mecânicas comuns de tração, flexão, torção, etc., estão ainda sujeitas a impactos, bem como a um forte desgaste na camada periférica, tais como engrenagens, coroas, pinhões, pinos, buchas e peças diversas de veículos e máquinas em geral. Para satisfazerem a esses requisitos, as peças devem apresentar uma camada periférica dura, suportada por um núcleo tenaz e resistente.

Estas propriedades não se encontram nos aços para cementação no estado de fornecimento, elas são adquiridas por meio de cementação, têmpera e revenimento, realizados entre ou após as operações de usinagem. As peças assim tratadas também adquirem maior resistência à fadiga.

Na escolha de um aço para cementação, verifica-se inicialmente quais as propriedades mecânicas desejadas para a peça. Em seguida, procura-se um aço capaz de adquirir estas propriedades mediante um ciclo de tratamentos térmicos adequado.

Mostrando todos os 2 resultados